Energia Limpa

CPFL Energia inaugura maior usina de energia solar do País

Quarta, 28 de Novembro de 2012, às 23:05
Usina utiliza diferentes tipos de tecnologia de captação de energia solar Usina utiliza diferentes tipos de tecnologia de captação de energia solar

CPFL Energia inaugurou em 27 de novembro a Usina Tanquinho, o primeiro empreendimento de energia solar do Estado de São Paulo e a maior do País. Localizada em uma área de 13.700 m2 da Subestação Tanquinho, uma das distribuidoras da CPFL, em Campinas (SP), a Usina Tanquinho vai gerar aproximadamente 1,6 GWh/ano – o suficiente para abastecer mensalmente 657 clientes com um consumo médio de 200 KWh/mês. A inauguração do empreendimento marcou as comemorações de 100 anos da companhia.

O projeto de geração de energia limpa e renovável com painéis solares fotovoltaicos, pioneiro no Estado de São Paulo, foi aprovado em dezembro de 2011 pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e demandou investimentos de R$ 13,8 milhões em pesquisa e desenvolvimento. A CPFL Renováveis, subsidiária da CPFL Energia, será a responsável pela gestão e operação da Usina. A construção do empreendimento levou quatro meses. Outros oito meses foram aplicados em pesquisas, que deverão continuar até março de 2015.

"A demanda de energia solar ainda é incipiente no Brasil, mas deverá se consolidar nos próximos dois anos", afirma Wilson Ferreira Jr., presidente da CPFL Energia. "O potencial é enorme, pois somos um dos países de maior índice de insolação do mundo", completa o executivo. Para ele, o segmento pode ser impulsionado por alguns ajustes na regulação do setor elétrico e por incentivos que estimulem indústrias de painéis solares fotovoltaicos a abrir fábricas em território brasileiro.

A CPFL Energia, que investe anualmente cerca de R$ 32 milhões em pesquisa e desenvolvimento, já está desenvolvendo outros três projetos cooperados de geração de energia solar. "Acreditamos que projetos de geração de energia com fontes limpas são fundamentais para garantir o suprimento futuro e o crescimento do país e queremos consolidar nossa liderança na geração de energia a partir de fontes renováveis", diz Ferreira Jr.