Eficiência Energética

CPFL investe em programas de capacitação para evitar desperdício de energia

Sexta, 20 de Julho de 2012, às 22:39
Substituições de luminárias e lâmpadas fazem parte dos Programas Substituições de luminárias e lâmpadas fazem parte dos Programas

O aumento do consumo levou as concessionárias de energia a intensificar seus programas de eficiência energética com o objetivo de evitar o desperdício e estimular o uso racional da eletricidade. As ações podem ser feitas de forma direta - com a troca de lâmpada e equipamentos - ou por meio de programas de orientação voltados para a conscientização dos usuários. Por lei, as concessionárias e permissionárias de distribuição de energia elétrica devem aplicar, no mínimo, 60% dos recursos dos seus programas de eficiência para unidades consumidoras beneficiadas pela Tarifa Social de Energia Elétrica (desconto na conta para famílias de baixa renda).

A CPFL Energia iniciou um programa de capacitação de educadores de escolas públicas municipais para disseminar conceitos básicos de uso eficiente e seguro da energia elétrica. O CPFL nas Escolas será realizado em 200 escolas municipais de 26 cidades localizadas na área de atuação da distribuidora CPFL Piratininga, e 293 instituições de ensino municipal de 35 cidades da área de concessão da CPFL Paulista, beneficiando um total de 85 mil alunos.

A CPFL Paulista investiu, por meio de seu Programa de Eficiência Energética, R$ 68 mil em substituições de luminárias, lâmpadas e reatores de cinco escolas estaduais da cidade de Nova Odessa. A CPFL Santa Cruz gastou R$ 744 mil em substituições de luminárias, lâmpadas e reatores para tornar mais eficiente a iluminação de 32 prédios públicos de Ourinhos.

O Centro Técnico e Científico da PUC-Rio (CTCPUC-Rio) desenvolveu um sistema para tornar mais precisa a avaliação de consumo real de uma casa e de cada um dos aparelhos elétricos pela Pesquisa de Hábitos e Posse (PPH). O sistema consiste em medidores e tomadas "inteligentes", que fazem verificações a cada 15 minutos. Ele está sendo usado na áreas de atuação da Ampla, no Rio de janeiro, e da Coelce, no Ceará, ambas pertencentes à Endesa Brasil.

As informações armazenadas em uma memória são descarregadas em um notebook e consolidadas para comparação com os dados apurados pela pesquisa. O objetivo é criar coeficientes de ajustes da curva de carga de consumo. Uma das vantagens é que as concessionárias podem fazer o gerenciamento pelo lado da demanda e orientar os usuários para o consumo racional de energia. Os dados servem de parâmetro para planejar a eficiência energética.

O Grupo Camargo Corrêa é o acionista privado de referência no bloco de controle da CPFL Energia, detendo 25,6% do capital total. A CPFL Energia é uma companhia integrada que, por meio de suas subsidiárias, distribui, gera e comercializa energia elétrica no Brasil.

Fonte: Valor Econômico