Inclusão Empreendedora

Estação Reciclar, em Goiás, ganha novo galpão e investimento em gestão eficiente

Quinta, 26 de Fevereiro de 2015, às 18:28
O projeto Inclusão Empreendedora nasceu com o intuito de estruturar a associação com equipamentos mais modernos e boas ferramentas de gestão O projeto Inclusão Empreendedora nasceu com o intuito de estruturar a associação com equipamentos mais modernos e boas ferramentas de gestão

"Sinto muito orgulho desse trabalho, ele é minha vida". A declaração é de Sandra Vieira, presidente da Estação Reciclar, localizada no município de Itumbiara, interior do estado de Goiás. O orgulho de Sandra tem um motivo especial, o trabalho de reciclagem que começara em meio a tantos desafios dez anos atrás agora ganha novo galpão, além de equipamentos e apoio para uma gestão eficiente.

O galpão foi cedido pela Carumuru, empresa brasileira que atua no processamento de soja, milho, girassol e canola. A inauguração do espaço aconteceu no dia 24 de fevereiro e contou com a presença de 130 convidados. Entre os presentes estavam representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), ICC – Instituto Camargo Corrêa, Caramuru, Instituto de Sócio Economia Solidária (Ises), Prefeitura Municipal, Furnas, escolas de Itumbiara, além de presidentes das associações de bairros onde há coleta da Estação Reciclar, vereadores e empresários de diversas empresas, como a Coca-Cola.

O local é bem maior do que o anterior e livra a associação do aluguel. "Agora temos espaço para coletar mais material, montar um escritório, sala para reuniões e até uma biblioteca para crianças carentes", comemora Sandra.

Mas os motivos para celebrar não param por aqui. Leandro Pinheiro, coordenador de Investimento Social em Obras do ICC, explica que a associação tinha ainda outras necessidades, era essencial estruturá-la com equipamentos e boas ferramentas de gestão. Foi para atender a essa demanda que nasceu o projeto Inclusão Empreendedora, uma parceria do ICC com a Construtora Camargo Corrêa e BNDES, com apoio do Ises. O galpão foi todo equipado com maquinário moderno e seguro, e a associação agora conta com suporte para uma boa gestão. "Um de nossos objetivos é aumentar o número de trabalhadores por meio de parcerias", conta Adriano Pimenta, gerente de Projetos do Ises.

Há muito o que celebrar, mas há grandes metas pela frente também. Leandro e Adriano concordam quanto a um dos maiores desafios do projeto atualmente. "Assim como o trabalho da associação é importante, é essencial também que o município invista em um processo de destinação correta de seus resíduos sólidos", explica Leandro. "O maior desafio agora é conseguir que a prefeitura se responsabilize pelo processo de coleta seletiva, destinando o material reciclável para a associação", complementa Adriano.