Atuação internacional

Grupo Camargo Corrêa é destaque em ranking das multinacionais brasileiras

Quinta, 29 de Agosto de 2013, às 17:57
Fábrica da InterCement em Simuma, na África do Sul Fábrica da InterCement em Simuma, na África do Sul

O Grupo Camargo Corrêa aumentou seu índice de internacionalização em 2012 e ocupa a 16ª posição no ranking das maiores multinacionais brasileiras elaborado anualmente pela Fundação Dom Cabral, uma das principais consultorias em gestão empresarial e escola de negócios do País.

Participaram da pesquisa 63 grandes empresas ou grupos empresariais, que juntos elevaram seu indicador de internacionalização em 18%. O ranking, elaborado a partir de questionários enviados às companhias, leva em consideração para calcular o índice de internacionalização a participação de ativos, receitas e número de funcionários no exterior em relação ao total de ativos, receitas e funcionários de cada companhia ou grupo empresarial.

Aproximadamente 67% das empresas pesquisadas pretendem expandir sua atuação no exterior em 2013, nos mercados em que já atuam. Quase 43% planejam ingressar em novos mercados no exterior.

A América do Sul é o continente que concentra a maior parte das operações das empresas brasileiras no exterior – 78% delas possuem ativos na região -, seguida pela América do Norte e Europa.

Política externa

Como novidade, a 8ª edição do ranking das multinacionais brasileiras da Fundação Dom Cabral questionou as empresas sobre os impactos da política externa do governo brasileiro na internacionalização.

Quase 40% das multinacionais brasileiras avaliam que a negociação pela diminuição de barreiras alfandegárias e a busca por cooperações bilaterais e integração sul-americana foram as ações que mais favoreceram a internacionalização do setor privado nos últimos 10 anos. Por outro lado, cerca de 40 % das empresas afirmaram que a política externa brasileira não tem favorecido nem prejudicado a internacionalização.