Inclusão Empreendedora

Projeto vai fortalecer associação voltada à coleta de lixo em Goiás

Sexta, 30 de Janeiro de 2015, às 16:19

Nos dias 15 a 17 de janeiro ocorreu a primeira formação do projeto Inclusão Empreendedora realizado em Itumbiara-GO – município com 90 mil habitantes localizado no interior do estado de Goiás, na divisa com Minas Gerais. O projeto tem como objetivos consolidar o serviço de coleta seletiva prestado pela Associação de Catadores Estação Reciclar, gerando renda para seus associados, e auxiliar o município no cumprimento das diretrizes da Politica Nacional de Resíduos Sólidos.

O projeto acontece em uma das áreas de influência das obras do Etanolduto, sistema modal de logística dutoviára que servirá para escoar etanol entre Goiás e São Paulo. A iniciativa é uma realização do Instituto Camargo Corrêa, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Prefeitura Municipal de Itumbiara, Construtora Camargo Corrêa, líder no Consórcio Etanol, constituído juntamente com a Construtora Odebrecht. Para fortalecer a organização, o projeto prevê uma série de formações que serão realizadas pelo Instituto de Sócio Economia Solidária (ISES).

A Associação de Catadores de Materiais Recicláveis e Amigos do Meio Ambiente Estação Reciclar foi criada em Itumbiara em 2005 através de uma parceria entre comunidade, setor privado e catadores. Atualmente possui 21 associados e é a única iniciativa direcionada à coleta seletiva - separação e comercialização de materiais reutilizáveis e recicláveis - no município de Itumbiara.

Ao longo de dois anos, o projeto Inclusão Empreendedora vai atuar em três eixos. O primeiro deles é o fortalecimento da Associação Estação Reciclar, que prevê, além das formações voltadas para a modernização da gestão, aprimoramento nos processos produtivos, estruturação da área de vendas e criação de um plano de comercialização, ações para atrair novos associados e aquisição de equipamentos. A prefeitura municipal de Itumbiara doou um terreno com 2.586 m² para a construção da sede da Associação. Também parceiro do projeto, o Grupo Caramuru é o responsável pela construção de um galpão com aproximadamente 1.500 m². No local será realizada a triagem de materiais recicláveis. O Grupo Caramuru apoiou ainda a consolidação da estruturação jurídica da Associação.

Outro eixo do projeto é focado na qualificação do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos para que a cidade cumpra as diretrizes do governo federal. Para isto, o Instituto de Sócio Economia Solidária vai dar apoio técnico na elaboração de polticas públicas para subsidiar a implantação do plano, na revisão do Plano Municipal (indicadores, metas e plano de ações) e vai ainda dar capacitação e assessorar técnicos da Agência Municipal de Meio Ambiente de Itumbiara (AMMAI). Estão previstas também a realização de atividades voltadas à educação ambiental em escolas da rede pública de ensino.

As metas do projeto ao final dos seus dois anos de execução são gerar 20 novos postos de trabalho - com renda mínima de R$750 para cada catador -, destinar corretamente 54 toneladas de materiais recicláveis por mês e implantar a coleta seletiva em cinco bairros da cidade. Atualmente, o volume comercializado de recicláveis é de seis toneladas por mês.